SET – Profº Marco Aurélio Damaceno

postado em: Blog | 0

Clique aqui para ver o cartaz em alta resolução


Do visível ao invisível: corpo-imagem em movimento

A partir da referência de uma fotografia, que apresenta a imagem de dois homens afrodescendentes numa gruta de garimpo, foram identificados pontos sensíveis de conexão nesses dois corpos, que gerou uma triangulação entre as cabeças, os pés e as mãos dos mesmos. Com essa identificação, possibilitou-se uma conexão, entre uma suposta origem afrodescendente dos personagens e as referências  de práticas da cultura afrodescendente que sacralizam e inscrevem, a cabeça, pés e mãos como elementos regentes das ações do corpo. Com essa conexão, abriu-se um campo para a produção de outras imagens que possibilitem a discussão sobre os movimentos de visibilidade e invisibilidade do corpo na imagem. Nesse sentido, utiliza-se a construção visual de imagens, que são geradas com ações performáticas, realizadas no cotidiano numa dinâmica de cabeça, pés e mãos através dos movimentos da Capoeira Angola. Propõem-se com essas ações a constituição poética do movimento do corpo no espaço através de vídeo e performance.

 

Marco Aurélio Damaceno é artista pesquisador e professor do DAV/ Departamento de Artes Visuais da Universidade Federal da Paraíba; doutorando em Artes Visuais pelo PPGAV da Universidade Federal do Rio de Janeiro na linha de Poéticas Interdisciplinares sobre a orientação da professora Doutora Maria Luiza Fragoso.

 

 

SET – Drª Luiza Helena Guimarães

postado em: Blog, Destaques | 0

SET - Drª Luisa Helena Guimarães

Clique aqui para ver o cartaz em alta resolução


Arte Viva / Cinema Vivo

Um percurso poético entre minha produção acadêmica e práticas artistas que levaram até a criação de Panoramas Entanglednet e Entangledesire e do LabCineVivo. Trataremos dos procedimentos, dos processos e das teorias referentes ao modo como dispositivos imagéticos, interativos e “sensíveis” provocam comportamentos e apreendem a expressão da subjetividade do participador, tanto através de suas estratégias quanto de suas potencialidades virtuais. Abordaremos a temporalidade da criação e das experimentações em dispositivos que aliam arte e tecnologias, bem como, as implicações que trazem para a arte e sociedade, nos aspectos éticos, estéticos e políticos da contemporaneidade. Uma relação entre desejo e produção de subjetividade micropolítica, pois, somente o desejo em sua potência crítica pode ter a capacidade de criar e fundar e refundar territórios de vida singulares. Um acoplamento entre máquinas técnicas, corpo e subjetividade que iguala a criação do audiovisual e da vida, um CINEMA VIVO.
www.luizaguimaraes.art.br

 

Luiza Helena Guimarães é Artista​-​pesquisadora de​ ​midiart​e​, comunicação e subjetividade, criadora do LabCineVivo.​ ​Doutora pelo Núcleo de Subjetividade da PUC-SP, com doutorado sanduíche na Facultad de Educación Visual y Plástica y Comunicación Audiovisual e no Laboratorio de Medios Interactivos, ambos da Universidade de Barcelona- ES (2008 – 2012). Mestre em Comunicação e Cultura, Tecnologias de Comunicação e Estáticas, pela ECO/UFRJ. É coloboradora do CIBERCULT – laboratório de pesquisa em comunicação distribuída e transformação política​- ECO/UFRJ.

SET- Prof. Dr. Gustavo Maia Souza com participação especial de Jonathan Kemp

postado em: Arquivo | 0

 

Título: Cognição e auto-organização em redes complexas: uma abordagem sistêmica

Nesse seminário pretendemos discutir a ideia, dentro de uma perspectiva sistêmica, de que sistemas cognitivos (vivos e artificiais) podem ser formados basicamente por meio do desenvolvimento de redes complexas auto-organizadas. Essa redes possibilitam uma eficiente transmissão e processamento informação, condição essencial para a instauração de um processo cognitivo.

Gustavo Maia Souza é Biólogo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP Campus de Rio Claro (1995), possui mestrado em Ciências Florestais [Esalq-USP] (1998) e doutorado em Biologia Vegetal pela UNESP de Rio Claro (2001). Com Pós-doutorado em Fisiologia do Estresse em Plantas na ESALQ/USP (2003), atualmente é professor doutor da Universidade do Oeste Paulista. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Fisiologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: ecofisiologia vegetal, estresse em plantas, fotossíntese, relações hídricas e biologia teórica. É integrante do Grupo Auto-organização do CLE/UNICAMP, onde desenvolve pesquisa sobre auto-organização e cognição em plantas.

E-mail: gumaia@pq.cnpq.br

GOOD SCIENCE IS FUN SCIENCE!!

Jonathan Kemp has a long history of speculative and situational life coding events elaborated as active makings-in-the-world. Project collaborations include material processing performances, environmental installations, speculative symposia, and social software events executed throughout Europe and the US. Current projects and performances are informed by an interest in aleatory and code-brut reconfigurations of computations material substrates. Projetos

Local: Espaço laboratorial NANO – Núcleo de Artes e Novos Organismos – UFRJ/EBA/PPGAV

Avenida Pedro Calmon, 550 – sala 618
Prédio da Reitoria – 6º andar
Cidade Universitária – Rio de Janeiro/RJ  – Brasil
CEP: 21941-590

 

Horário: 14 às 16:00

Data: 15/05/2012