SET – Profº Marco Aurélio Damaceno

postado em: Blog | 0

Clique aqui para ver o cartaz em alta resolução


Do visível ao invisível: corpo-imagem em movimento

A partir da referência de uma fotografia, que apresenta a imagem de dois homens afrodescendentes numa gruta de garimpo, foram identificados pontos sensíveis de conexão nesses dois corpos, que gerou uma triangulação entre as cabeças, os pés e as mãos dos mesmos. Com essa identificação, possibilitou-se uma conexão, entre uma suposta origem afrodescendente dos personagens e as referências  de práticas da cultura afrodescendente que sacralizam e inscrevem, a cabeça, pés e mãos como elementos regentes das ações do corpo. Com essa conexão, abriu-se um campo para a produção de outras imagens que possibilitem a discussão sobre os movimentos de visibilidade e invisibilidade do corpo na imagem. Nesse sentido, utiliza-se a construção visual de imagens, que são geradas com ações performáticas, realizadas no cotidiano numa dinâmica de cabeça, pés e mãos através dos movimentos da Capoeira Angola. Propõem-se com essas ações a constituição poética do movimento do corpo no espaço através de vídeo e performance.

 

Marco Aurélio Damaceno é artista pesquisador e professor do DAV/ Departamento de Artes Visuais da Universidade Federal da Paraíba; doutorando em Artes Visuais pelo PPGAV da Universidade Federal do Rio de Janeiro na linha de Poéticas Interdisciplinares sobre a orientação da professora Doutora Maria Luiza Fragoso.