EEG experiment #3

postado em: Blog, Destaques, Processos | 0

Provamos o script (python) que envia os dados dos sensores do EEG para o OSC. Essa foto foi tirada quando ainda não havíamos acertado os valores de parâmetro dos sensores.

Screenshot from 2013-11-12 17:52:18

TENS vem do inglês Transcutaneous electrical nerve stimulation (neuroestimulação elétrica transcutânea) e é uma terapia usada para analgesia de dores musculares. Existem pontos que ao receberem descarga elétrica, liberam endorfinas e dopaminas para o cérebro. Essas liberações é que vão ser informadas ao EEG por meio de mudanças na variação da leitura.

tens1

EEG experiment #1

postado em: Blog, Processos | 0

O EEG  distingue basicamente quatro tipos de ondas:

  • Beta: 14 – 30 /seg.
  • Alfa: 08 – 13 /seg.
  • Theta: 04 – 07 /seg.
  • Delta: 0,5 – 03 /seg.

Com isso ele detecta expressões faciais, estados emocionais e cognição.

O que leslie e eu vamos tentar fazer durante o Hiper4 é usar um input não apenas para os cymatics, mas também para o corpo da performer. Assim, acreditamos que o  observador poderá visualizar os inputs e outputs de maneira mais clara. Vamos desenvolver o experimento da seguinte forma:

1 _ Tomaremos os dados do Nodo 1 desde o servidor OSC
2_ Esses dados serão enviados a um módulo TENS (Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation)
3_ O módulo TENS encontra-se conectado aos nervos específicos ds performer
4_ A resposta aos estimulos que esta recebendo ela são recebidos pelo módulo EEG
5_ Os sinais são enviados ao servidor OSC
6_ O patch de pure data recebe os sinais OSC e os converte em um processamento de sons que afeta os cymatics.
 eeg3                

eeh4

Perfomance sonoro-visual no bosque

postado em: Processos | 0

 

esquema hipergonicos Performance sonora e visual em tempo real apresentada no bosque, onde os dados sonoros serão enviados da cidade de Valencia (Espanha) com a utilização de um patch do software livre PureData, desenvolvido especificamente para as necessidades do festival Hiperogânicos. Também serão manipulados, remotamente, dados e impulsos elétricos convertidos em síntesis sonora, através dos processos aditivos e substrativos de desenvolvimento do som. Participarão da ação os artistas sonoros e investigadores DeCo Nascimento, do Laboratorio de Creaciones Intermedia/Poéticas Digitais e Carlos García Miragal, Laboratório de Luz e professor do departamento de Informática da Universidad Politénica de Valencia.

As informações sonoras serão recebidas no espaço do evento, onde a vídeo artista Tatiana Travisani, do grupo Poéticas Digitais, e o designer Rodrigo Rezende, do coletivo RE(C)organize, farão projeções mapeadas nas árvores do bosque com dados visuais capturados durante o Hipergánicos (fluxos do espaço, das plantas e envio via web com #hipergonicos #kokedamo) e manipulados em tempo real utilizando kinect, webcam e patches do PureData.

Processo enviado por Tatiana Travisani.

Hiperbot 1.0

postado em: Blog, Destaques | 4

O hiperbot surgiu da ideia de colocar em um único organismo, que se assemelhasse a uma criatura, todos os sensores que estamos trabalhando para o evento Hiperorgânicos > Concha/Ressonâncias. Ele captura sinais galvânicos das folhas de plantas, mede temperatura ambiente, luminosidade e umidade do solo. Viemos desenvolvendo a forma e estrutura do hiperbot (antigo “ecobot”) com base em impressões 3D, eletrônica básica e materiais acessíveis.  O hiperbot  tem papel fundamental no evento Hiperorgânicos, já que ele irá enviar dados do nosso terrário para o servidor e permitir que todos possam usar seus dados para compor experimentos sonoros e visuais.

EEG experiment

postado em: Blog, Destaques, Processos | 0

Durante o Hiperorgânicos4 faremos um experimento com EEG (eletroencefalografia) + puredata + cymatics.

EEG-2[Patche de Leslie Garcia]

Um aparelho com sensores (eletrodos) acoplado a uma pessoa, será conectado ao software puredata (GEM_Cymatics) para que possa gerar os movimentos do cymatic desde o comando cerebral.

algumas referências:
http://gerard.paresys.free.fr/Projets/ProjetEEG.html
http://wiki.labomedia.org/index.php/Labo_Capteurs_neuronaux

EEG-1

Ambiente para as plantas e Hiperorgânicos

postado em: Blog, Processos | 0

Após termos adaptado o espaço para as plantas no laboratório, automatizamos o sistema de iluminação que estava instalado. O sistema agora é controlado pelo arduíno, ligado a um sensor de luz. Buscamos em breve automatizar o sistema de irrigação, criando ambiente propício para o cultivo das plantas e que não dependa apenas da nossa interferência para funcionar.
Foram trazidas novas plantas para o laboratório, podendo essas serem usadas em futuros projetos. Pretendemos manter uma planta principal ligada ao plantronic, que por sua vez estará conectado em rede. Desse modo poderemos observar as plantas mesmo a distância e saberemos se o sistema todo está funcionando adequadamente.
Seguindo os projetos, estamos agora nos concentrando no evento hiperorgânicos que acontecerá em novembro.  O modo como iremos apresentar as plantas é importante para o ambiente que buscamos propor.  Estamos estudando possíveis formas de dispor as plantas no local do evento, a técnica japonesa conhecida como kokedama parece atender a algumas demandas.
Trata-se do cultivo do vegetal sem o uso de um vaso, podendo a planta ser suspensa. Construímos um pequeno kokedama para testes, este nos permite analisar a estética e os prós e contras desse modelo de cultivo.

Ambiente para as plantas
Ambiente para as plantas

 

Planta principal conectada à rede
Planta principal conectada à rede
Kokedama
Kokedama

photo copy