nano em 3d

postado em: Processos | 1

Depois de algumas semanas de ajustes, finalmente a Printrbot parece estar calibrada. Abaixo um vídeo do processo de impressão da marca do NANO.

Pelo seu desenho, a marca combinou muito com a impressão com textura cocêntrica, uma das que estou tendo melhores resultados, desenhando contornos dos objetos de fora pra dentro.

Realmente, as impressoras 3d não são pra qualquer um, não são plug and play, pelo menos essas comercializadas em kits “faça você mesmo”, as mais baratas do mercado e mais fáceis de replicar. São muitos ajustes mecânicos (alinhamento dos eixos, ajustes milimetricos de parafuso) e regulagens de software (temperatura da extrusão, velocidade da impressão, tipo de preenchimento) para conseguir uma impressão de qualidade “razoável”. Essa dificuldade tem um lado bom: definitivamente você aprende muito, empiricamente, sobre impressão 3d, sobre o CNC, os materiais e as manhas, pois a máquina tem seu ponto ideal para funcionar na maciota…

Esse modelo de impressora 3D foi lançada no crowdfunding americano Kickstarter, mas é baseado no modelo open-hardware Reprap, utiliza o chip Atmega (o mesmo do Arduino) e imprime pela extrusão do plástico ABS derretido.

Os softwares de impressão também são livres: Slic3r, responsável pelo fatiamento dos modelos 3d (arquivo .stl) e gerador do arquivo gcode – arquivo formado por linhas de comando para impressora com todos os parâmetros: velocidade, temperatura, e vetor de desenho 3d; e Pronterface/Printrun, interface de controle da impressora onde você carrega o arquivo gcode para impressão.

pronterface, interface de comando e status da impressora, mostra o andamento da impressão

Deixe uma resposta