José Wagner Garcia (INPE)

Título: Lifeless biomachines: an ontological drift

Resumo

A ruptura ontológica na interação entre os humanos e os os bio-objetos, compostos de materialidade genética. Os Bio objetos são originários da combinação entre as inteligências artificiais e biológicas e trarão mudanças profundas na constituição do que ainda entendemos por “humano”.

Short Bio

Possui doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002). Mestrado em Arte e Biologia na ECA-USP. Consultor em Visualização Científica para Engenharia e Arquitetura em Ambientes Imersivos e Coordenador do Projeto Cognitus - Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro CENPES. Pesquisador em Arte e Nanotecnologia do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI). Colaborador em Arte e Biologia Molecular da Universidade Federal de São Carlos. Colaborador em "Space Art" do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Pioneiro na a América Latina na interação entre Arte e as Tecnociências. Foi pesquisador associado ao CAVS (Center for Advanced Visual Studies) e Laboratório de Mídias do MIT entre 1989-1992.