Entranhas experimentação performática

postado em: Blog, Destaques | 0

Há algum tempo atrás pensando em como conseguir medir a intensidade das trocas sensoriais e emocionais entre os seres humanos passei a considerar o uso da tecnologia como um meio interessante para conseguir realizar experimentações nesse sentido. Inspirada nas Artes Dramáticas e no método viewpoints, focado na resposta sinestésica dada através de um estímulo, iniciei uma pesquisa onde o foco é procurar uma forma de externar a mudança de dentro de um corpo através do estimulo de outro . Baseando-se na artista Danielle Gotell em sua obra Impulse, onde ela mistura quatro batimentos cardíacos em uma instalação de vídeo, considerei a possibilidade de usar os batimento cardíacos para dar visibilidade as emoções. Sendo assim serão realizados testes na tentativa de dar visibilidade a tais sensações de um corpo após este ser estimulado.
Me interesso muito pelo trabalho da artista Lucy Mcray , que explora relação entre o corpo e a tecnologia . As fotos nesse post mostram o primeiro teste onde utilizei bexigas, LEDs, mangueira plástica e plástico. Nesse primeiro ensaio foi possível enxergar o leque de possibilidades que a tais relações podem oferecer.

 

 

 

 

 

 

Referência :
www.lucymcrae.net/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *