NANO no PICNIC BRASIL

postado em: Agenda, Arquivo, Blog, Destaques, fotos | 0

Entre 3-5 de Novembro, no Parque Lage, o Nano participou do Festival PICNIC. Confiram abaixo imagens, links, vídeos…

 

screen-shot-2016-10-28-at-3-01-26-pm

14955847_10154639218956119_3577603028970732220_n

Redesenhar o crescimento, repensar o lugar em que vivemos, inspirar as pessoas que pensam de forma diferente a criar soluções em conjunto. PICNIC é o evento em que criatividade, inovação, ciência e tecnologia convergem com um propósito: conectar as mentes inquietas que buscam significado em suas vidas e em seus negócios.

Desde 2006, o PICNIC se tornou referência em inovação, sustentabilidade e criatividade na Europa, atraindo participantes do mundo inteiro. Uma iniciativa da Waag Society e do governo da Holanda, o festival ajudou Amsterdã a se tornar uma das principais smart cities do planeta. Sua ideia principal é ser o palco do pensamento disruptivo. Um evento. Um ecossistema. Um canal.

Em 2016, a Waag Society abraça a ideia de trazer o PICNIC para a América Latina e define o Rio de Janeiro como parte inicial dessa nova fase. Esta será a primeira de cinco edições no Brasil. O PICNIC será o espaço de pensamento e de diálogo sobre o futuro da cidade e do país, sem esquecer os temas relevantes que se colocam como desafios e oportunidades para o desenvolvimento humano em escala global.

screen-shot-2016-11-18-at-5-52-00-pm

http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/v/festival-picnic-debate-desafios-e-oportunidades-para-o-desenvolvimento-humano/5405325/

Oficina “Plantronic: Integrando plantas com interfaces eletrônicas” que aconteceu no @picnicbrasil no dia 4!

14907086_610074439176121_4037716003121264104_n

links sobre o evento:

https://www.facebook.com/picnicbrasil/?fref=ts

http://picnicbrasil.com/palestrantes

 

fotos e videos

https://www.flickr.com/photos/maltman23/sets/72157676168082466

 


 

 

Impressão 3D – Manutenção

postado em: Arquivo, Blog, Processos | 3

A impressora 3D, assim como todas as máquinas, precisa de manutenção para garantir seu funcionamento adequado e corrigir possíveis erros ou defeitos que surgem com o uso constante da mesma.

 

img_8508
Mesa da impressora sem o vidro e um dos parafusos.

 

Uma das partes que requer atenção com maior frequência é a mesa. A mesa consiste numa placa que esquenta sob um vidro temperado, onde é depositada a primeira camada das peças a serem impressas. No caso do modelo da impressora que utilizamos no NANO a mesa se movimenta apenas no eixo Y (para frente e para trás), enquanto a extrusora se move nos eixos X (para a esquerda e para a direita) e Z (para cima e para baixo).

 

controle
Área de Controle Manual do programa Repetier Host.

O movimento repetitivo no eixo Y para a impressão faz com que seja necessário nivelar a mesa, o que é feito através de quatro parafusos com molas que a prendem na base que se move. Além disso, como consequência desse movimento algumas vezes alguns fios se soltam.

img_8503
Lado inferior da mesa com fio solto.

Quando ocorre desse fio se soltar a mesa ainda se movimenta, porém não esquenta, e isso impede o programa de iniciar a impressão mesmo que esteja sendo usado PLA, que não necessita da mesa aquecida. É importante alcançar a temperatura indicada para cada tipo de filamento e mantê-la durante toda a impressão, pois assim a peças em ABS ficarão fixas durante a impressão.

 

temperaturas
Temperatura da mesa e da extrusora. Painel de Controle Manual do programa Repetier Host.

 

Com todos os fios devidamente soldados a mesa volta a aquecer e atingir a temperatura selecionada nas configurações do programa, que varia de acordo com o tipo de material a ser usado.

 

img_8505
Lado inferior da mesa com o fio soldado.

 

img_8506
Material para a solda.

 

O programa Repetier Host permite acompanhar a curva de temperatura da impressora, tanto da mesa quanto da extrusora. Após o término da impressão, mesmo que a impressora continue ligada e conectada ao computador, a temperatura começa a cair automaticamente como configuração padrão por questão de segurança. Pode-se perceber isso no gráfico próximo ao minuto 51:00.

 

curvatemperatura
Gráfico de Curva de Temperatura do programa Repetier Host.

 

 

 

Impressão 3D e seu processo

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Processos | 0

Atualmente no NANO, utilizamos a impressora 3D em boa parte do tempo. Sempre trabalhadora, ela é temperamental e muitas das vezes apresenta uma ou outra irregularidade. Ela reclama: jornadas de trabalho muito extensas a estressam.

A impressão 3d, ou prototipagem rápida, é uma tecnologia de fabricação aditiva no qual um modelo tridimensional é criado a partir da sobreposição sucessiva de camadas de materiais.

O objetivo no NANO de se usar uma máquina dessas é de atender as necessidades e auxiliar a solução de problemas do laboratório por meio de pesquisa das tecnologias disponíveis e produção de modelos em 3d.

A parte de impressão 3d tem como principal objetivo estudar esta tecnologia e as possibilidades oferecidas pela mesma de modo a tornar seu uso mais eficiente e integrado com as diferentes áreas e projetos desenvolvidos.

 

post2
Impressora usada no NANO prototipando uma peça em ABS.

Atualmente, existem diversas  tecnologias  de  impressão 3D, no qual todas  as  tecnologias  parte do princípio de executar diversos  fatiamentos  do modelo 3D, geralmente  na  horizontal,  obtendo uma  fina  camada que é impressa  através do processo de  deposição de  materiais.

Sobrepondo as diversas  camadas  uma  sobre a outra,  obtemos  o objeto final  desejado.  O  material a  ser  depositado pode ser  um plástico,  metal,  chocolate, entre outros.  O  mais  comum é  o uso de plásticos de engenharia como ABS, PLA entre outros.

Este processo proporciona precisão e rapidez, sem ter certas limitações impostas por outros tipos materiais e processos de fabricação, além da liberdade de criação para designers e artistas permitindo que desenvolvam suas próprias peças e objetos por meio da modelagem virtual em softwares como SolidWorks, Rhinoceros e AutoCAD.

 

post1

Início de uma impressão

Além dos softwares de modelagem virtual, outros dois softwares são utilizados; o Repetier e o Slicer, para operar a impressora e para transformar o arquivo de modelagem digital em camadas passiveis de impressão 3d, respectivamente.

As peças impressas não se restringem a modelos apenas para a visualização e dimensionamento sem utilidade prática, ao contrário, além da finalidade de testes a impressão 3d permite a produção de estruturas complexas e precisas, peças com movimentos mecânicos e encaixes. Assim, a impressora 3d é ferramenta essencial na composição dos projetos do NANO.

 

repetier.png

Interface do software Repetier-Host V1.5.3 durante a impressão de uma peça

 

No que diz respeito a pesquisa em prototipagem rápida, quando não estão sendo desenvolvidas e impressas peças para os projetos, são realizados testes e estudos de material e estrutura, que visam aperfeiçoar o domínio da ferramenta e aprimorar o uso da mesma e suas aplicações.

 

post1

Algumas peças de encaixe impressas no NANO

Foram realizados workshops internos para que os bolsistas responsáveis pela impressão e pela modelagem virtual das peças conhecessem o funcionamento e pudessem operar os softwares utilizados e a impressora 3d.

A equipe responsável pela prototipagem em 3d trabalha em conjunto com os bolsistas responsáveis pela modelagem em 3d a fim de otimizar os modelos virtuais às limitações da impressão.

Referências

De Oliveira, Lara. Relatório PIBIC  2016.

Takagaki, Luiz Koiti. “Tecnologia de Impressão 3D.” RIT-REVISTA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA 2.2 (2013).

Workshop “Construindo Proto-Ecologias” no Museu do Amanhã

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, Videos | 0

Na última semana, entre os dias 27 e 30 de Abril, aconteceu no Museu do Amanhã, na Praça Mauá, o workshop Construindo Proto-Ecologias, que foi resultado de uma parceria do LAA (Laboratório do Amanhã) com a Bartlett School of Architecture, do Reino Unido, junto com o Núcleo de Artes e Novos Organismos (NANO) da Escola de Belas Artes (EBA) e o Laboratório de Modelos e Fabricação Digital (LAMO3D).

Durante o evento, os participantes foram apresentados ao mundo da robótica na construção civil, à arquitetura interativa, esculturas pneumáticas, programação e muito mais, num ambiente transdisciplinar. Durante o workshop, os inscritos foram separados em quatro grandes grupos, que abrangeram temas como pneumática, braço robótico, Arduíno e realidade virtual. Cada grande grupo se dividiu em pequenas equipes que tiveram 2 dias de workshop para desenvolverem e apresentarem um projeto baseado nos conhecimentos adquiridos no decorrer do evento.

Confira abaixo as fotos e o vídeo do que aconteceu ao longo desses 4 dias.

 

 

Workshop "Construindo Proto-Ecologias" - Museu do Amanhã

 

 

Residência Artística

postado em: Agenda, Arquivo, Blog, Destaques, fotos | 0

Nos dias 5 a 11 de abril, o NANO se reuniu com mestrandos e doutorandos do PPGAV e bolsistas para uma residência artística de 5 dias corridos em uma fazenda em Barra do Piraí. A residência foi um período de atividades intensas, possibilitando o aprofundamento de metodologias de pesquisa e preparação para a pós-graduação, no qual teve a apresentação de pesquisas, orientações e mediações.

O ambiente da fazenda propiciou um isolamento para ajudar no desenvolvimento das teses e criando um clima em parte informal ao grupo, estreitando laços sociais, no qual cada momento de conversa foi importante para a discussão de ideias e para conhecer mais ou opinar sobre demais trabalhos. No último dia, ocorreu um seminário em que cada integrante falou sobre suas experiências, impressões e aprimoramento dos trabalhos, e como seriam levados no futuro.

Residência Artística - SPA I e SPA III

Início da Oficina Construindo Proto-Ecologias

postado em: Agenda, Arquivo, Blog, Destaques | 0

 

É com enorme prazer que anunciamos a participação do NANO na oficina ”Construindo Proto-Ecologias”, com a colaboração com a Barlett School of Architcture (Reino Unido) e o Laboratório de Modelos e Fabricação Digital (LAMO3D – FAU/UFRJ). A oficina tem a proposta de introduzir de o conceito de como sensores, eletricidade, códigos, luz e movimento podem criar objetos e espaços que se relacionam com o comportamento humano.

Início: Quarta, 27 de abril de 2016
Término: Sábado, 30 de abril de 2016
Local: Lounge do Museu do Amanhã
Horário: Quarta e Sexta 9h-20h e Sábado 9h-18h

 

12439348_1011135572266800_5641805767637022028_n

 

”Ao longo de quatro dias de evento (veja abaixo a programação completa), arquitetos, designers, artistas e o público em geral terão a oportunidade de investigar uma abordagem comportamental de projetos, programação, eletrônica, redes, mecânica, materiais e novos métodos de fabricação e ainda discutir questões tais quais: Como a robótica irá mudar a maneira como construímos as nossas casas e cidades? Como será que esta nova arquitetura responsiva se comportará? Como é constituída uma arquitetura viva? Qual o papel dos arquitetos num mundo progressivamente mediado por tecnologias responsivas e sensoriais?”

 

 

 

 

 

 

 

Para participar do workshop, basta preencher o formulário on-line e aguardar confirmação. O evento acontece no lounge do Museu do Amanhã, junto à Exposição Principal.

 

Programação

Dia 27/04
9h: Abertura
9h30: Introdução à arquitetura interativa
10h30: Introdução à construção de proto-ecologias
11h30: Divisão de grupos
13h-14h: Introdução às ferramentas: Grasshopper, Pneumatics e Arduino
17h-20h: Introdução às ferramentas (continuação)

Dia 28/04
9h: Desenvolvimento de projeto e finalização do treinamento técnico
13h-20h: Desenvolvimento do workshop

Dia 29/04
9h-20h: Desenvolvimento do workshop

Dia 30/04
9h-13h: Finalização dos projetos
13h-15h: Simpósio – Bartlet (UK), LAMO3D (PROURB-FAU/UFRJ) e NANO (PPGAV-EBA/UFRJ)
15h-16h: Apresentação dos projetos desenvolvidos
16h-18h: Encerramento

Imersão NANO 2015.2

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

A Imersão do Núcleo de Arte e Novos Organismos ocorreu em Copacabana, Rio de Janeiro no dia 8 de novembro de 2015.

Durante o dia todo, a equipe NANO, incluindo coordenadores, bolsistas e colaboradores, se juntaram para a primeira reunião para o Hiperorgânicos 6.

Esta 6ª edição do Hiperorgânicos traz como tema central o conceito “TransBORDA / OverFLOW”. O foco desta edição serão os fluxos de dados que cada vez mais permeiam o cotidiano em diversas formas expressivas que, amalgamadas aos processos vitais, ampliam a noção do vivo para além dos limites comuns.

Essa é a terceira edição da Imersão NANO. A primeira edição ocorreu em julho de 2014 na Granja Sagrada Família em Barra do Piraí, Rio de Janeiro.

Os participantes desta edição foram:

Guto Nóbrega
Malu Fragoso

Aline Netto
Ana Cecília MacDowell
André Anastácio
Bruna Mosca
Bárbara Pires e Castro
Caio Cezar
Caroline Aquino
David Cole
Diana Dias
George Rappel
Helena Porto
Lara de Oliveira
Marina Freire
Marinah Raposo
Paola Barreto
Patrícia Freire
Pedro Diaz
Rodrigo Rodrigues
Taynah Lyra
Thaís Guerra
Virgínia Torres
Vitor Bruno

Imersão 2015.2

Performance Acoplamentos Sensíveis II (Sonoplanta) – Exposição Verdefluxo no SESC Tijuca

No sábado, 5 de Setembro de 2015, aconteceu na abertura da exposição Verdefluxo a performance Acoplamentos Sensíveis II ( Sonoplanta), no SESC Tijuca.

A série “Acoplamentos Sensíveis” trata de propostas artísticas que exploram conexões entre o homem e a natureza mediadas por tecnologia. A presente versão trata-se de um vestível composto de uma planta e sistema eletrônico que, acoplados ao corpo, produzem som e luzes.

 

 

 

 

 

Confira também as demais fotos da exposição Verdefluxo:

 

Verdefluxo - SESC Tijuca

Abertura da exposição Verdefluxo – SESC Tijuca

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

A exposição Verdefluxo foi realizada com trabalhos do NANO – Núcleo de arte e Novos Organismos – EBA/UFRJ, com a colaboração de todos aqueles que fazem parte (ou fizeram) desse grupo de pesquisa. Foram escolhidos trabalhos de diferentes naturezas para diversificar os assuntos dentro do campo da arte, natureza, tecnologia e da cultura maker. Ela aconteceu no período de 15 de agosto até 4 outubro 2015 no SESC Tijuca.

 

Verdefluxo - SESC Tijuca

Primeiros passos no Ableton Live 9

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Processos | 0

Estamos dando início à sonificação no laboratório NANO, no qual o objetivo principal é coletar dados e converte-los em som. Para isso é necessário conhecimentos em dados MIDI e OSC . Os softwares escolhidos para este projeto são: Ableton Live 9 e Max/MSP.

Hoje vamos apresentar o programa Ableton, no qual o tutorial abaixo irá apresentar os primeiros passos, ferramentas, funções  e interface do programa.

(posicione o cursor para visualizar as setas de navegação)

Tutorial Ableton live 9

Video recomendados


5 de Setembro: NANO no Sesc Tijuca

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

Neste sábado, 5 de Setembro de 2015, a equipe NANO estará presente no Sesc Tijuca com a performance “Acoplamentos Sensíveis II – Sonoplanta” às 17 horas. A série “Acoplamentos Sensíveis” trata de propostas artísticas que exploram conexões entre o homem e a natureza mediadas por tecnologia. A presente versão trata-se de um vestível composto de uma planta e sistema eletrônico que, acoplados ao corpo, produzem som e luzes.

Também há a participação de Guto Nóbrega e Malu Fragoso na palestra “Bato papo com fazedores” às 16 horas, que conta também com a presença de Dado Sutter do OHMS (Our Home Maker Space) e Mônica Costa do NAVE (Núcleo Avançado de Educação), como parte do evento ‘Cultura maker: os fazedores ocupam o Sesc’ que conta com atividades variadas ao longo do dia.

Desde o dia 15 de Agosto a exposição Verdefluxo está aberta para visitação, a experiência interativa com as criações do NANO fica disponível no Sesc Tijuca até o dia 4 de Outubro.

Confira a programação no site do Sesc e a matéria referente ao evento no site do Jornal do Brasil.

______________________________________________________________________

Lançamento da programação do ‘Cultura maker: os fazedores ocupam o Sesc’
Data: 5/09 (sábado), das 10h às 18h
Local: Sesc Tijuca – Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca.
Classificação: livre
Entrada franca
Tel.: 21 – 3238-2139

 

 

Montagem da exposição VERDEFLUXO – arte natureza tecnologia [vídeo]

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

Nos dias 13 e 14 de agosto, o NANO se reuniu para a montagem da exposição Verdefluxo, que começou no dia 15 e está aberta à visitações. Essa exposição apresenta trabalhos que têm por base uma investigação sobre sistemas orgânicos vivos como agentes sensíveis na criação de obras artísticas. Os trabalhos aqui expostos refletem investigações e processos desenvolvidos no NANO – Núcleo de Arte e Novos Organismos da UFRJ e investem num olhar atento e lúdico sobre a poética artística frente aos recursos da tecnologia e sua influência contemporânea.

 

Detalhes sobre a exposição:

https://www.facebook.com/events/732271863565898/

Visitação
De 15/8 a 4/10 de 2015
Terça à Sexta – das 9h às 20h30
Sábado e Domingo – das 9h às 18h

Unidade Tijuca
Rua Barão de Mesquita, 539 – Tijuca, Rio de Janeiro – RJ

Verdefluxos - SESC Tijuca

Confecção de Kokedamas [ vídeo]

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Processos, Videos | 0

 

No dia 29 de julho de 2015 o NANO se reuniu no Alto da Boa Vista para a criação de pequenos arranjos de plantas aéreas, os chamados Kokedamas. Ele é uma bola de terra coberta com musgo, com uma planta inserida em seu interior, e preso por um fio de nylon, ou arame.
Os sete kokedamas foram feitos para serem inseridos na exposição Verdefluxos, no SESC Tijuca, no mês de agosto de 2015.

 

 

Oficina BEAM – Organismos Solares [vídeo]

postado em: Agenda, Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

BEAM – Mini criaturas autônomas que produzem sons com placas solares.

A oficina BEAM consistiu em experimentações em eletrônica e seus princípios básicos através da construção de pequenos robôs solares.  Esses organismos eletrônicos funcionam quando expostos a luz solar, ou artificial, e tem comportamento sonoro (emitem sons como pequenos insetos).

A oficina foi oferecida pelo NANO e realizada na Casa Nuvem, durante o evento TECNOXAMANISMO “Ficção e Ruidocracia”, nos dias 30 de junho e 1 de julho.

 

 

Performance Acoplamento Sensível [vídeo]

postado em: Arquivo, Blog, Destaques, fotos, Videos | 0

 

Apresentação da mais recente produção do Núcleo de Arte e Novos Organismos. Da série “Acoplamentos Sensíveis” o qual foi apresentado como performance no mês de junho 2015 no Understanding Visual Music Brazil 2015, no CCBB de Brasília. Trata-se de série de propostas artísticas que exploram conexões entre o homem e a natureza mediadas por tecnologia. A presente versão trata-se de um vestível composto de uma planta e sistema eletrônico que, acoplados ao corpo, produzem som e luzes.
_______________
Presentation of the performance Sensitive Couplings by the Nucleus for Art and New Organisms.

 

 

 

 

Diálogos Transdisciplinares – Artista Pesquisador

postado em: Agenda, Arquivo, Blog | 0

Projeto Diálogos Transdisciplinares foi criado pelos artistas pesquisadores Guto Nóbrega e Malu Fragoso como uma estratégia metodológica para a expansão das áreas de pesquisa e atuação dos projetos artísticos desenvolvidos no Núcleo de Arte e Novos Organismos. Sua primeira edição ocorreu em 2010 e desde então foram varias oportunidades de diálogos enriquecedores. Em 2015 o Programa de Pós-Graduação em Arte da ECA – USP, o MediaLab e Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual da Universidade Federal de Goiás e o Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes da Universidade Federal Fluminense foram convidadas a compartilhar da edição Diálogos Transdisciplinares 2015.

O evento será realizado em dois momentos nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Vejam a programação do Rio de Janeiro:
cartaz-cartaz-dialogos-trans-artista-pesq-2015-frente

cartaz-dialogos-trans-artista-pesq-2015-verso

A programação do evento em São Paulo pode ser encontrada no site do Paço das Artes.

TED KRUEGER no NANO/PPGAV/UFRJ

postado em: Agenda, Arquivo, Blog, Destaques, fotos | 0
Data:

26 de março 2015 (quinta-feira)

Local:

Sala 702, PPGAV/EBA, Predio da Reitoria , Ilha do Fundão , Rio de Janeiro

 

Redesigning Human The presentation will focus on theoretical approaches and lab practices related to extended mind, prosthetics, augmentation, sensory substitution and so on attempting to characterize humans not with an inherent Human Nature but as the product of design activity and to define the goal of design activity as the production of that thing that we call the human.

March 26th 10h30 am Rector’s Building, Room 702 University Campus, UFRJ Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro

palestra_tedkrueger

Artist Aganetha Dyck Collaborates with Bees to Create Sculptures Wrapped in Honeycomb

postado em: Arquivo, Blog, Referências, Videos | 0

http://www.thisiscolossal.com/2014/02/artist-aganetha-dyck-collaborates-with-bees-to-create-sculptures-wrapped-in-honeycomb/

 

In North America, Europe and many other parts of the world, bee populations have plummeted 30-50% due to colony collapse disorder, a fact not lost on artist Aganetha Dyck who for years has been working with the industrious insects to create delicate sculptures using porcelain figurines, shoes, sports equipment, and other objects left in specially designed apiaries. As the weeks and months pass the ordinary objects are slowly transformed with the bees’ wax honeycomb. It’s almost impossible to look at final pieces without smiling in wonder, imagining the unwitting bees toiling away on a piece of art. And yet it’s our own ignorance of humanity’s connection to bees and nature that Dyck calls into question, two completely different life forms whose fate is inextricably intertwined.

 

Born in Manitoba in 1937, the Canadian artist has long been interested in inter-species communication and her research has closely examined the the ramifications of honeybees disappearing from Earth. Working with the insects results in completely unexpected forms which can be surprising and even humorous. “They remind us that we and our constructions are temporary in relation to the lifespan of earth and the processes of nature,” comments curator Cathi Charles Wherry. “This raises ideas about our shared vulnerability, while at the same time elevating the ordinariness of our humanity.”

If you want to learn more I suggest watching the video above from the Confederation Centre of the Arts, and if you want to see her work up close Dyck opens an exhibition titled Honeybee Alterations at the Ottawa School of Art on March 3, 2014. A huge thanks to Gibson Gallery as well as Aganetha and Deborah Dyck for their help. All photos courtesy Peter Dyck and William Eakin.

 

1 2 3 4